Plutão nas casas: Plutão na casa 12

Plutão na casa XII
plutao casa 12

Plutão na décima segunda Casa pode levá-lo face a face com a tentação. É preciso que você descubra seus medos e frustrações gentilmente e os tire de seu subconsciente com paciência e compreensão. Precisa mudar suas atitudes interiores; isto é difícil, porque você reluta em mudar o rumo de sua vida. Você age melhor nos bastidores e compreende as limitações dos outros. 

Com aspectos desafiadores, pode ser que tenha alguns problemas psicológicos, e que talvez seja até internado. Pode sentir dor, tanto física como mental, de origem obscura ou não-identificada.

Com Plutão na 12ª Casa há uma necessidade premente de trazer o que é fraco, oculto ou não revelado na psique para uma análise mais clara. Como com Plutão na 8ª Casa, algumas pessoas podem ter tanto medo de serem sobrepujadas pela natureza ou pela intensidade de seus mais profundos desejos e complexos que exercem um rígido controle sobre eles.

No entanto, muitas vezes não apenas impulsos "neuróticos" são suprimidos mas também desejos saudáveis e positivos. O psicólogo Abraham Maslow mostrou que muitas pessoas não evitam aquilo que julgam negativo dentro delas, mas também bloqueiam o que é "divino" e louvável. Ele chama a isso de "complexo de Jonas": o medo de nossa própria grandeza.

 Por experiência própria, certos indivíduos com Plutão na 12ã Casa defendem-se não só contra os assim chamados desejos "baixos" ou carnais, mas também dos impulsos positivos tais como desejos de desenvolver "melhores" possibilidades mais completamente ou de realizar melhor suas potencialidades inatas. 

Para parafrasear Maslow, eles têm medo de tornar-se aquilo que vislumbram em seus momentos de maior perfeição. Por quê? Laconicamente, a resposta é ansiedade da morte. Qualquer mudança torna-os muito ansiosos, pois ela significa a dissolução daquilo que já sabem que são. O crescimento requer inevitavelmente a quebra de padrões existentes ou o abandono de tudo o que nos é familiar, e em algum nível profundo eles comparam esse tipo de mudanças à própria morte. 

Uma parte deles anseia desesperadamente por crescimento e desenvolvimento, enquanto a outra parte fica de plantão para proteger o que eles inconscientemente acreditam que esteja tentando matá-los. Até que se situem e façam as pazes com o profundo pavor existencial de não-ser, eles ficarão dirigindo seu medo para qualquer coisa que pareça tentar mudá-los. Até que saibam que têm medo de morrer, não podem viver de forma plena. Roberto Assagioli, o fundador da Psicossíntese, uma abordagem transpessoal do desenvolvimento humano, nasceu com Plutão em Gêmeos na 12ª Casa. Acreditando que Freud concentrou-se demais apenas nos "alicerces" do ser humano, Assagioli planejou seu próprio sistema psicológico, que considera todos os andares da construção. 

Um princípio básico da Psicossíntese reflete o significado de um Plutão de 12ª Casa: que todos os elementos da psique — tanto o claro como o escuro — podem ser conscientemente reconhecidos, experimentados, aceitos e integrados ao conhecimento. Através da análise de sonhos, de introspecção, de terapias e de vários exercícios e técnicas, quem tem Plutão na 12ª Casa pode soltar a energia fechada em complexos inconscientes e redirecioná-la para o fortalecimento e a construção da personalidade como um todo, incluindo suas faculdades "mais elevadas" tanto intuitivas quanto emocionais. 

Contanto que possam derrubar e lidar com sua ansiedade em relação à morte, as pessoas com Plutão na 12ª Casa estão muito bem equipadas para procurar o que está fraco, bloqueado, escondido, ou aquilo que está faltando na psique. Na verdade, não existe local mais apropriado para exercitarem a natureza investigativa inata de Plutão do que a casa dos "inimigos secretos" e as "atividades por baixo do pano". E antes de ficar esperando que raivosas ou negligenciadas partes de suas próprias psiques saiam atrás delas, são muito aconselhadas a sair à caça delas primeiro.

Na 12ª Casa, a energia destrutiva associada a Plutão pode ser usada para remover o que é obsoleto em detrimento de um novo crescimento. Ou sua energia destrutiva pode ser deslocada de uma forma inadequada e solta traiçoeiramente, voltando-a perigosamente contra si mesmos. A dificuldade dos que têm Plutão na 12ª Casa, no entanto, é que eles não estão simplesmente lidando com seu inconsciente pessoal, mas com o inconsciente coletivo. 
Mostre aos amigos :

Veja também



sentiment_satisfied Emoticon