Facebook Twitter Google RSS

18 de junho de 2016

Arcanos maiores - A Sacerdotiza - Carta II

Eduardo Klinger     18:04  

Interpretação da carta da Sacerdotisa II no Tarô

Você aprenderá sobre a carta do Tarô A Sacerdotisa II:

  • Ornamento comum
  • Palavras-chaves
  • Simbolismo da carta da Sacerdotisa II
  • Significado da carta da Sacerdotisa II
  • Características da carta da Sacerdotisa II
  • Atributos da carta da Sacerdotisa II

Ornamento comum:

Significado da Sacerdotisa II
  • Uma mulher com roupas sóbrias, sentada
  • Coroa sacerdotal na cabeça
  • As mãos sobre o colo
  • Empunha livro ou chave
  • Postura fechada das pernas

Palavras chaves:

  • Intuição
  • Presunção
  • Segredos
  • Sabedoria
  • Receptividade
  • Subconsciente

Simbolismo da carta da Sacerdotisa II

Significado da carta de taro A Sacerdotisa II                    Uma mulher, símbolo da intuição e fecundação, veste aparato sacerdotal escuro e pesado, alegoria de distinção social, bloqueio para o profano e etc... Tal aparência anula a atração física, mostrando apenas os cinco sentidos e a percepção extrassensorial, significando o afastamento do ambiente. Ao contrário da carta antecessora, aqui a figura é mostrada sentada, denotando passividade e reflexão, ela está com as pernas fechadas e os pés cobertos, mostrando que é impossível de tomar uma atitude imediata.

                   O livro em seu colo traduz-se como os segredos dos próprios mistérios, contudo parece não ter vontade de transmitir nada. Em alguns tarôs antigos, a imagem da mulher está usando um véu no qual representa o mistério, pureza e castidade.

Significado da carta da Sacerdotisa II

Significado da carta da sacerdotisa II                  O conjunto simbólico e estrutural sugere que há uma grande força emocional retida que não será revelada facilmente, há um desejo passivo e muita elucubração. A análise e a intuição são primordiais para a evolução dos fatos; contudo, deve-se caminhar com extremo conhecimento para o que se deseja. Dinâmica e agilidade não são o forte desse momento, mas deve-se ter em mente que os conceitos bem elaborados e deverão urgentemente ser colocados em prática, nada está obstruindo o caminho a não ser o próprio consulente.

                 As análises traduzem que o pensamento e o conhecimento da Sacerdotisa são perfeitos, porém, são passivos e introversos. Restando apenas uma única saída: Agir, falar, buscar, caso contrário, lastima-se a infelicidade do não ter. O desejo deve ser expresso; caso contrário, é inútil sentir e pensar.


Características da carta da Sacerdotisa II


Essência: Refletir, conhecer, analisar, estudar.

Definição: Entrega ao mundo contemplativo e fraternal; reserva e discrição; paciência e silêncio como forma de autoproteção, passividade diante das situações importantes, medo de errar.

Advertência: O fundamental é agir, imediatamente, parar de buscar a perfeição e de ter receio de agir ou falar o que pensa e sente.

Atributos da carta da Sacerdotisa II:

Material: Burocracia ou dependência de terceiros para a realização; contrato ou negociação ainda em análise; falta de conclusão do objetivo, passividade ou inação diante de algo importante; muito trabalho com pouca consequência imediata.

Mental: Reflexão excessiva, pesquisa, investigação, sabedoria, memorização, bom senso, segredos efêmeros, ocultação dos planos e segredos.

Sentimental: Virtude, fidelidade, dedicação; supressão do desejo, inibição, ressentimento oculto e passageiro; receio de se entregar no amor, carência afetiva, mágoa e para os solteiros, um amor platônico ou não correspondido.

Espiritual: Serenidade, devoção, crença e pureza de alma; filantropia e piedade do mundo; boa intuição e aceitação da fé, autoavaliação espiritual ou da vida.
Interpretação da carta da Sacerdotisa II

Negativo/Invertido: Precipitação por insegurança, julgamento incorreto, agir sem pensar, todas as forças construtivas estão invalidadas; desacordo ou promessa rompida e falar demais quando se deveria ser discreto. 

Obstáculo/Oposição: Falta de reflexão ou aceitação de limites pessoais,; não concebe outras formas de planejamento; incapaz de compartilhar ou servir, devendo buscar objetividade e discernimento diante da situação apresentada.

Conselho/Orientação: Analisar com cuidado os fatos, ainda não é o momento de se expressar ou falar o que pensa; não há perigo, mas a situação carece de melhor reflexão e observação do meio circundante.

Veja todas as outras cartas dos arcanos maiores: Veja aqui.
Veja todas as outras cartas dos arcanos menores: Veja aqui.

,

Quem sou Eu?

Astrólogo, Tarologo e graduando de Filosofia.

Já pensou?

RECEBA HORÓSCOPOS GRÁTIS

Acompanhe o site

Contact

Nome

E-mail *

Mensagem *

Proudly Powered by Blogger.