Facebook Twitter Google RSS

5 de novembro de 2016

Deuses gregos/romanos : Tudo sobre zeus

Eduardo Klinger     16:35  

Júpiter (ou Zeus) 

Raça: Deus Olímpico (Cronida)

Aspectos: Deus do equilíbrio; Deus do trovão; Deus celestial; Rei dos céus e da superfície.

Cônjuge: Juno (Hera)

Filiação: Cíbele e Saturno

Descendentes: Minerva; Baco; Mercúrio; Vulcano; Diana; Apolo; Marte; Proserpina; as Horas; as Graças; Hércules; Hebe; Ilítia; Castor e Pólux; e inúmeros mortais

Aliados: Têmis; Niké; Minerva; Mercúrio; Hécate.
Plantas relaccionadas: Sálvia; urze; oliva; carvalho; anis; cedro; jasmim; pachouli; madressilva; louro; figo, hissopo; bordo; noz moscada.

Atributos e símbolos: Raio; águia.

Signo associado: Sagitário.

Festival romano:  13 de Novembro.

"Àqueles que se ocupam de obras más a Justiça destina o Cronida Zeus longevidente" – Hesíodo

Nascimento de Zeus


Júpiter (Zeus, em grego) é Deus do trovão, da justiça e da coragem. filho mais novo de Saturno (Cronos) e Cíbele (Réia). Seu pai era o líder do Universo, e engolia todos os filhos que nasciam de Cíbele, temendo que um dia eles lhe destronem. Seu pai, Saturno, já havia engolido cinco bebês (Vesta, Juno, Ceres, Neptuno e Plutão), porém, quando nasceu o sexto, Cíbele o escondeu e deu para seu consorte uma rocha enrolada num pano.

Zeus como rei do Olimpo


O sexto bebê é Júpiter, que foi criado pelas ninfas e amamentado pela cabra Almatéia em Creta. Quando creceu, Júpiter com a ajuda de Métis, sua primeira esposa, encontrou Saturno, e lhe entregou um elixir para que ele vomite os filhos que engolira. Os cinco filhos saíram inteiros, e fizeram um motim para destronar Saturno. Gaia, apoiando Júpiter, disse para este libertar os ciclopes e os centímanos, pois somente com a ajuda deles poderão vencer Saturno e sua legião de Titãs.

mitologia grega
Liberto os ciclopes, estes deram o raio para Júpiter, o tridente para Neptuno e o elmo de invisibilidade para Plutão, representando o domínio deles nos três mundos. Então começou a guerra que ficou conhecida como Titanomaquia, de um lado a legião de Saturno com os Titãs, do outro lado a legião de Júpiter e seus irmãos no Monte Olimpo. No fim dessa épica batalha, Júpiter vence e propõe uma nova ordem no Universo, enquanto Saturno e seus irmãos são trancados no Tártaro.

Júpiter definiu então os três reinos e ofereceu-os a seus irmãos homens. Neptuno (Poseidon) ficou com os mares, Plutão (Hades) com o Submundo, e Júpiter ficou com o céu e a superfície terrestre. Júpiter é responsável pela maior parte dos fenômenos meteorológicos, como a chuva, as tempestades e o trovão. Ele sempre foi associado a esses fenômenos, e mais tarde foi associado à ordem. Embora ousado, Júpiter também é um deus caridoso e misericordioso.

Embora seja Deus da ordem e senhor do Universo, fazendo justiça pelo mundo, Júpiter não é tanto um Deus exemplar. Ele traiu sua belíssima e divina esposa Juno, várias vezes, principalmente com simples mulheres mortais, e mesmo que ela se vingue, ele continua traindo-na. Na verdade, os gregos, para dar um toque divino aos seus heróis, inventaram que eles são filhos de Zeus. Hércules, por exemplo, foi filho de Anfitrião e Alcmena, sempre foi, mas inventaram que o herói foi filho de Zeus, devido a sua força e bravura.

Júpiter não é necessariamente o que manda no universo, mas sua atuação em organizá-lo é devido ao seu carácter de justiça, Júpiter é Deus da Justiça, e sua atuação para com os mortais é bem explicado por Hesíodo em seu livro "Os Trabalhos e os Dias". Ele representa a ordem, principalmente a ordem social, personificando as leis, e a harmonia na sociedade. É padroeiro dos líderes e administradores, dos juízes, dos advogados, e outros que trabalham com o ideal desse Deus.

Lembrais que a religião não é somente voltado à Júpiter. Há várias divindades e vários princípios. Não é necessário devotar-se somente, ou com exclusividade a Júpiter por ele ser, supostamente, senhor dos Deuses. Mas também não há de se ter aversão ao deus. Júpiter anda sempre ao lado da Justiça, respeitando e considerando Têmis (Deusa da Justiça) sua segunda amante. Há de se lembrar, também, que, quando Ceres e Plutão queriam Proserpina, Júpiter resolveu com igualdade o destino de Proserpina, a Deusa ficaria metade do ano com a mãe Ceres, e a outra metade com o esposo Plutão no Submundo.


Zeus e Hera

mitologia gregaZeus era irmão e consorte de Hera. Com ela teve três filhos: Ares, Hebe e Hefesto, embora alguns relatos afirmem que Hera teria tido-os sozinha. Algumas versões também descrevem Ilitia e Éris como filhas do casal. As conquistas amorosas de Zeus, no entanto, entre ninfas e as mitológicas progenitoras mortais das dinastias helênicas são célebres. A mitografia olímpica lhe credita com uniões com Leto, Deméter, Dione e Maia. Entre as mortais com quem ele teria se relacionado estavam Sêmele, Io, Europa e Leda e o jovem menino Ganímedes, porém Zeus o presenteou com a eterna juventude e imortalidade.

Diversos mitos mencionam o sofrimento de Hera com o ciúme gerado por estas conquistas amorosas, e a descrevem como uma inimiga consistente das amantes de Zeus e de seus filhos. Por algum tempo uma ninfa chamada Eco foi encarregada de distrair Hera falando incessantemente, afastando assim sua atenção dos casos amorosos de seu marido; quando Hera descobriu o estratagema, condenou Eco a repetir permanentemente as palavras de outras pessoas.

Procurando por outra divindade? Veja a lista dos deuses gregos .

Quem sou Eu?

Astrólogo, Tarologo e graduando de Filosofia.

Já pensou?

RECEBA HORÓSCOPOS GRÁTIS

Acompanhe o site

Contact

Nome

E-mail *

Mensagem *

Proudly Powered by Blogger.